Buscar
  • Noi Comunicação

O Facebook irá remover algumas opções de direcionamento detalhado de anúncios.


O Facebook, recentemente, tem passado por diversas alterações / atualizações, inclusive com relação ao nome, porém, esta semana, eles anunciaram uma mudança na política de anúncios em relação ao direcionamento detalhamento.


> Chegou até aqui, mas não faz campanhas patrocinadas nas redes sociais? Clique aqui e entenda o que você está perdendo.


A mudança ocorrerá a partir do dia 19 de Janeiro e pode impactar causas, organizações ou figuras públicas relacionadas à saúde, raça ou etnia, filiação política, religião ou orientação sexual.


Exemplos incluem:


  • Causas de saúde (por exemplo, “Conscientização do câncer de pulmão”, “Dia Mundial da Diabetes”, “Quimioterapia”)

  • Orientação sexual (por exemplo, “casamento entre pessoas do mesmo sexo” e Práticas e grupos religiosos (por exemplo, “Igreja Católica” e “feriados judaicos”)

  • Alinhamentos políticos, questões sociais, causas, organizações e figuras políticas


A empresa se justificou da seguinte forma: "É importante notar que as opções de segmentação por interesse que estamos removendo não se baseiam em características físicas ou atributos pessoais das pessoas, mas sim em aspectos como as interações delas com o conteúdo em nossas plataformas. Ouvimos de especialistas que opções de segmentação como essas poderiam ser usadas de formas que poderiam trazer experiências negativas para pessoas em grupos sub-representados. Revisamos, atualizamos e removemos rotineiramente as opções de segmentação para simplificar nosso sistema de anúncios, fornecer mais valor para anunciantes e pessoas e reduzir o potencial de abuso.


A decisão de remover essas opções de segmentação detalhada não foi fácil. Foi uma decisão que exigiu um equilíbrio de interesses conflitantes, com defesas em ambas as direções. Sabemos que essa mudança pode impactar negativamente alguns negócios e organizações. Alguns de nossos parceiros de publicidade se mostraram preocupados com a remoção dessas opções de segmentação por causa de sua capacidade de ajudar a gerar mudanças sociais positivas. Outros, entenderam a decisão de removê-las.


Estamos confiantes de que podemos desenvolver nosso sistema de anúncios para corresponder às necessidades de todos que atendemos, enquanto trabalhamos para continuar a oferecer suporte a uma das melhores coisas sobre nossas plataformas: ajudar as pessoas a se conectar e descobrir as empresas e organizações com as quais elas se importam." Por aqui, já iniciamos nossas alterações de públicos definidos e salvos. E por aí, essa mudança irá impactar suas campanhas?

Precisa de uma ajuda profissional para trabalhar com mídia paga?

Fale com noi!


2 visualizações0 comentário